ClubEnsayos.com - Ensayos de Calidad, Tareas y Monografias
Buscar

RESUMO DO LIVRO "O ESTADO DA ARTE SOBRE OS INSTRUMENTOS E TÉCNICAS NA INTERVENÇÃO PROFISSIONAL DO ASSISTENE SOCIAL - UMA PERSPECTIVA CRÍTICA"


Enviado por   •  16 de Junio de 2013  •  1.654 Palabras (7 Páginas)  •  2.215 Visitas

Página 1 de 7

RESUMO DO LIVRO “O ESTADO DA ARTE SOBRE OS INSTRUMENTOS E TÉCNICAS NA INTERVENÇÃO PROFISSIONAL DO ASSISTENE SOCIAL – UMA PERSPECTIVA CRÍTICA”

Autora: Mônica dos Santos Karine Noronha

A autora nos fala que o objetivo deste livro é sistematizar o debate dos instrumentos e técnicas de intervenção do assistente social, onde dois eixos são apresentados que marcar os elementos fundamentais na concepção de instrumentos e técnicas na produção bibliográfica contemporânea. São eles: - Leitura de documentos secundários – livros, artigos, anais de eventos, dissertações de mestrado e teses de doutorados (de 1990 até 2008), tendo como objetivo os instrumentos e técnicas da intervenção profissional do assistente social para indicar os elementos constitutivos no debate nas produções do serviço social. – Entrevista e grupo focal com assistentes sociais, que atuam nas políticas de assistências sociais voltadas para o público infanto-juvenil, a fim de conhecer quais os instrumentos e de qual concepção se utilizarão os assistentes sociais, quais habilidades e dificuldades no manuseio dos mesmos. Interessante observarmos que o instrumental se define por se constituir dos instrumentos e técnicas que contribuem para a efetivação profissional, isto nós mostra que instrumentos e técnicas estão relacionados entre si. Guerra aponta que “os instrumentos são elementos necessários à atuação técnica dos quais os assistentes sociais podem efetivamente objetivar suas finalidades”. Já a técnica está ligada a habilidade de uso do instrumento.

A autora ressalta que, a forma como os profissionais utilizam os instrumentos e as técnicas expressam os entendimentos sobre as dimensões teórico-politicas e que o instrumento, é sempre orientado por um determinado conhecimento ou uma teoria social, utilizado intencionalmente. Vemos que a técnica é a manifestação do saber e sua intencionalidade, ou seja, político. A autora aponta que existe certa unanimidade na concepção de que os instrumentos estão relacionados na intencionalidade da profissão, do profissional, da instituição e da população usuária do serviço social.

Para que a profissional escolha qual instrumento utilizará, se faz necessário ter consciência e conhecimento de sua finalidade. Então podemos ver que instrumento e técnica são – elementos da dimensão técnico-operativa da profissão, - elementos direcionados ao alcance de finalidades – e produto da ação humana, que vem a parecer/evolução, assim descritos:

Entrevista: Espaço que possibilita o conhecimento mútuo e a ampliação de consciência e o contato com as questões sociais do cotidiano. Pela entrevista o profissional pode trabalhar os aspectos sociais, políticos, ideológicos, culturais, afetivos e religiosos. Para tanto o profissional deve ter alguns cuidados, como, ter a concepção de instrumento a ser utilizado explicando ao usuário o que é o serviço social, a natureza da instituição e o objetivo do procedimento. O profissional deve ter habilidade para formular perguntas subjetivas que venha a garantir confiança e empatia. O profissional deve tomar uma postura democrática no agir profissional, sendo destaque na bibliografia que deve ser garantido a privacidade e sigilo, conforme o Código de Ética do Assistente Social e constante na Resolução nº 493/2006 do CFESS.

Visita Domiciliar: Instrumento de controle e inquérito social, com o objetivo de fiscalizar, comprovar relatos feitos pela população e ensinar os cuidados domésticos. Este instrumento é considerado polemico, já que o projeto ético-politico da profissão estabelece princípios como: defesa intransigente dos direitos humanos e recusa do arbítrio e do autoritarismo; defesa do aprofundamento da democracia; posicionamento em favor da equidade e da justiça social; e empenho na eliminação de todas as formas de preconceito, incentivando à diversidade. A escolha pelo uso da visita domiciliar deve ser tomada a seguir da sua finalidade, também do profissional e seu referencial teórico-metodológico e ético-político,

...

Descargar como (para miembros actualizados)  txt (8.2 Kb)  
Leer 6 páginas más »
Disponible sólo en Clubensayos.com